MODELOS MATEMÁTICOS PARA A ESTIMATIVA DA ÁREA FOLIAR TOTAL EM SORGO SACARINO

  • Bruno França da Trindade Lessa Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Tatiana Maria da Silva Universidade Federal do Ceará
  • Alek Sandro Dutra Universidade Federal do Ceará
  • Alexandre Bosco de Oliveira Universidade Federal do Ceará

Resumo

O objetivo deste trabalho foi validar um modelo matemático para estimar a área foliar total em quatro genótipos de sorgo sacarino através da medição das dimensões da folha +3. Foram cultivados os genótipos BRS 506, BRS 511, SF15 e EJX 7C30 e aos 30, 45, 60 e 75 dias após a semeadura foram determinados o número de folhas e a área foliar em três plantas por parcela. A área foliar total (AFT) por planta foi então determinada pelo somatório das áreas de cada folha (método do triângulo/trapézio), sendo esta considerada a AFT real. A área da folha +3 foi multiplicada pelo número de folhas da respectiva planta, gerando a AFT estimada. Os dados foram estudados através de correlação e modelos de regressão (linear, quadrático, cúbico, potencial, exponencial e logarítmico). Apenas os genótipos BRS 506 e o 7C30 obtiveram correlação significativa positiva com coeficientes acima de 90%. Com relação ao estudo dos modelos de regressão, conclui-se que o método proposto pode ser utilizado para determinar a área foliar dos genótipos BRS 506 e EJX 7C30 a partir das equações: [y = 0,982 x + 926,62] e [y = 1,1023 x + 94,887], respectivamente.
Publicado
2018-08-01
Seção
Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável