PERCEPÇÃO DOS PRODUTORES DE OVOS DE BASTOS/SP SOBRE AMBIÊNCIA, BEM-ESTAR ANIMAL E LEGISLAÇÃO NA POSTURA COMERCIAL

Gabriela Pinheiro de Sousa, Danilo Florentino Pereira, Dayana Doffinger Ramos, Pedro Fernando Cataneo, Kassia Watanabe

Resumo


O principal enfoque da avicultura de postura é a produtividade. Questões relacionadas ao bem-estar das aves nos diferentes sistemas de produção tem se levantado em todo o mundo. O Brasil produz trimestralmente cerca de 700 milhões de dúzias de ovos de galinhas, com a maior concentração na região sudeste do país. Existem protocolos nacionais e internacionais que tratam sobre especificações técnicas para atender as boas práticas e bem-estar das aves. Neste sentido, este artigo tem o condão de identificar como se encontra a o setor de produção de ovos em relação ao bem-estar animal na região de Bastos/SP. Para isso, foi aplicada uma entrevista estruturada com dezoito produtores de ovos, visando captar suas opiniões sobre o tema e identificar também como ocorre a intervenção estatal no setor. Pode-se concluir que os produtores já cumprem vários pontos técnicos da produção que são fornecidos pelos protocolos de boas práticas e bem-estar. No entanto, alguns pontos não possuem padronização, o que seria extremamente viável para atender um elevado nível de bem-estar. É necessário incentivar a implementação de boas práticas por parte dos produtores.

 

PALAVRAS-CHAVE: Avicultura de postura; Boas práticas agrícolas; Percepção dos produtores.

 

PERCEPTION OF BASTOS / SP EGG PRODUCERS ON ENVIRONMENT, ANIMAL WELFARE AND COMMERCIAL POSTURE LEGISLATION

 

ABSTRACT: The main focus of posture poultry is productivity. However, issues related to the welfare of the laying hens in the different production systems haves risen worldwide. Brazil produces quarterly about 700 million dozen chicken eggs and, the largest concentration is in the southeast region of the country. There are national and international protocols that deal with technical specifications to meet the best practices and poultry welfare. Thus, this article aims to analyze the perception of egg producers on animal welfare issues in the region of Bastos/SP. A structured interview with eighteen egg producers was applied, covering technical issues to capture the different opinions of producers and which has been applied in the establishments on welfare. It could be concluded that the producers already comply with several technical points of production that are provided by good practice protocols and welfare. However, some points, even if met by producers, lack standardization, which would be extremely viable to meet a high level of welfare. It is necessary to encourage the implementation of best practices by producers.

 

KEYWORDS: Poultry posture, Agriculture good practices, Perception of producers.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17224/EnergAgric.2017v32n1p40-47