PERDAS E IMPUREZAS NA COLHEITA MECANIZADA DE CANA-DE-AÇUCAR UTILIZANDO DIFERENTES CONFIGURAÇÕES DE TRABALHO DA COLHEDORA

Autores

  • Carlos Renato Guedes Ramos Universidade Estadual Paulista
  • Kléber Pereira Lanças
  • Ronilson de Souza Santos
  • Romulo Leonardo da Silva

DOI:

https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2016v31n4p317-327

Resumo

A colheita mecanizada de cana-de-açúcar tem apresentado deficiências em qualidade da matéria-prima colhida em função das condições encontradas no canavial e da falta de regulagem apropriada das colhedoras. A quantidade de impurezas junto às cargas e a redução das perdas de matéria-prima podem ser minimizadas a partir do investimento em treinamento para operadores. O trabalho teve por objetivo avaliar a qualidade da colheita mecanizada da cana-de-açúcar em função da velocidade de colheita, rotação do extrator primário da colhedora e produtividade agrícola do canavial. Como tratamentos, foram selecionadas duas velocidades de trabalho, sendo uma padrão de colheita e outra a máxima velocidade alcançada bem como três diferentes rotações do extrator primário da colhedora: baixa, intermediária e alta. Além disso, o experimento foi realizado em duas áreas com produtividade agrícola distintas, sendo uma de baixa e a outra de alta produtividade. Foram avaliadas as perdas visíveis e o índice de impurezas vegetais e minerais presentes na matéria-prima colhida. As perdas de matéria-prima foram influenciadas pelo aumento da velocidade de deslocamento da colhedora e podem ser menores em áreas de alta produtividade agrícola do que em áreas com menor produtividade agrícola, quando analisadas em percentual. O aumento da velocidade de colheita causou aumento na presença de impurezas vegetais e minerais. Observou-se que a eficiência de extração de impurezas vegetais foi maior na área de alta produtividade agrícola do que na área de baixa produtividade.

PALAVRAS-CHAVE: Colhedora, matéria prima, velocidade, rotação do extrator.

 

LOSSES AND IMPURITIES AT SUGAR CANE MECHANIZED HARVEST USING DIFFERENT ADJUSTMENT SETTINGS

ABSTRACT: Mechanized harvesting of sugarcane has shown deficiencies in raw material quality related to the conditions found in the sugarcane fields and to the lack of appropriate regulation of harvesters. The amount of impurities on the wagon and losses can be minimized with investments in training for the operators. This study aimed to evaluate the sugarcane mechanized harvesting quality regarding ground speed changes, primary extractor rotation and different yield. Two ground speeds, one a standard speed and the other a maximum speed achieved during the harvest, were chosen as treatments. Three different primary extractor rotations were used: low, intermediate, and high. The experiment was conducted in two areas, one with lower yeild and the other with higher. Visible losses, of vegetal and mineral content in the raw material harvested were measured. The losses of raw materials were influenced by increasing the ground speed,  also, were smaller in higher yield areas than in lower yield areas, when analyzed as a percentage. The increase in ground speed caused an increase in soil content and vegetal impurities. It was observed that the vegetal impurities extraction efficiency was better in the high yield area than in the lower yield area.

KEYWORDS: Harvester, raw material, ground speed, extractor fan speed.

Downloads

Publicado

2016-12-30

Como Citar

Guedes Ramos, C. R., Lanças, K. P., Santos, R. de S., & Silva, R. L. da. (2016). PERDAS E IMPUREZAS NA COLHEITA MECANIZADA DE CANA-DE-AÇUCAR UTILIZANDO DIFERENTES CONFIGURAÇÕES DE TRABALHO DA COLHEDORA. ENERGIA NA AGRICULTURA, 31(4), 317–327. https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2016v31n4p317-327

Edição

Seção

Automação e Otimização de Máquinas e Equipamentos Agrícolas