ESTUDO DE ILHAS DE CALOR NO MUNICÍPIO DE PIRATININGA/SP, POR MEIO DE DADOS ORBITAIS DO LANDSAT 5 SENSOR TM.

Autores

  • Nathalia Maria Salvadeo Fernandes Parizoto Pós graduanda da UNIVERSIDADE JULIO DE MESQUITA FILHO - CAMPUS BOTUCATU
  • Sérgio Campos Orientador e Docente do Departamento de Engenharia Rural.

DOI:

https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2015v30n1p74-79

Resumo

Com a ocupação massiva da malha urbana e as atividades decorrentes do crescimento desordenado dessas áreas, ocorre uma alteração do clima urbano, tornando-o insalubre. Um dos fatores que contribui para a má qualidade de vida em decorrência deste fato são as ilhas de calor que consiste no acúmulo de calor na superfície e eleva a temperatura nas cidades. A vegetação urbana constituída de arborização urbana, bosques e áreas verdes, têm como função minimizar este efeito. Para conciliar esses fatores o trabalho tem como objetivo levantar os dados de temperatura de superfície através de imagens de satélite, LANDSAT 5 captada no dia 18/12/2012 dos pontos 75 e 76, órbita 221, banda 6 e levantamento in loco com termo-higrômetro, com posse dos dados, cruzar com o levantamento vegetativo realizado e proporcionar uma visão de gestão para melhorar o microclima do município em estudo. A cobertura de vegetação na área urbana interfere diretamente na diminuição da temperatura melhorando o micro-clima urbano. As diferentes coberturas da superfície analisada também interferem na temperatura aparente. Entre as classes estudas a classe cultivo de eucalipto, mata nativa, área urbana e solo exposto, as áreas com maior cobertura vegetal apresentam uma temperatura amena e uma melhoria no micro-clima.  

PALAVRAS-CHAVE: Ilhas de calor, geoprocessamento, arborização urbana, gestão pública.

 

Study Of Head Island In The City Of Piratininga-SP Using Orbital Data From The Landsat 5 Sensor TM

ABSTRACT: The massive urbanization and activities arising from the uncontrolled growth of urban areas, result in changes on the climate, making it unhealthy. One factor that contributes to poor quality of life due to this fact is the islands of heat that consists in the accumulation of surface heat and raises the temperature in the cities. The vegetation consists of urban greening, urban forests and green areas, have the function to minimize this effect. To reconcile these factors, collected data on surface temperature by satellite images, LANDSAT 5 captured on 18/12/2012 point 75 e 76, orbits 221, band 6 and on-site survey with thermo-hygrometer, possessed the data, crossing the conducted vegetative survey and provided a management vision to improve the microclimate of the city under study. The vegetation coverage at urban area directly affects the ambient temperature, improving the urban micro-climate. The different analyzed surface coverage also affects the apparent temperature. Among the studied ranks, the eucalyptus cultivation, native forest, urban area and solo exposed areas with greater vegetation cover have mild temperatures and improved micro-climate.

KEYWORDS: Heat islands, geoprocessing, urban forestry; public management.

Downloads

Publicado

2015-04-01

Como Citar

Salvadeo Fernandes Parizoto, N. M., & Campos, S. (2015). ESTUDO DE ILHAS DE CALOR NO MUNICÍPIO DE PIRATININGA/SP, POR MEIO DE DADOS ORBITAIS DO LANDSAT 5 SENSOR TM. ENERGIA NA AGRICULTURA, 30(1), 74–79. https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2015v30n1p74-79

Edição

Seção

Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável