VAZÃO E UNIFORMIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE TUBO GOTEJADOR EM SUPERFÍCIE E SUBSUPERFÍCIE*

  • Karoline Maso dos Reis Unesp
  • Antônio Carlos Barreto IFTM
  • José Renato Zanini Unesp

Resumo

VAZÃO E UNIFORMIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE TUBO GOTEJADOR EM SUPERFÍCIE E SUBSUPERFÍCIE*

 

 

KAROLINE MASO DOS REIS1; ANTÔNIO CARLOS BARRETO1 E JOSÉ RENATO ZANINI2

 

*Artigo extraído da dissertação da primeira autora

1Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, Rua João Batista Ribeiro, 4000 Distrito Industrial II 38064-790, Uberaba, Minas Gerais, Brasil. E-mails: karoline@iftm.edu.br; barreto@iftm.edu.br.

2Departamento de Engenharia Rural, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV), Universidade Estadual Paulista (UNESP), 14884-900, Jaboticabal, SP, Brasil. E-mail: jrzanini@fcav.unesp.br.

 

 

1 RESUMO

 

A avaliação do sistema de irrigação em subsuperfície permite conhecer as condições de seu desempenho a fim de evitar impactos ambientais e, também, perdas econômicas na irrigação localizada. O objetivo constituiu em avaliar a uniformidade de distribuição e vazão do tubo gotejador em condição de irrigação superficial e subsuperficial. Utilizou-se delineamento experimental em parcelas subdivididas no esquema fatorial 5 x 5, e quatro repetições. Os tratamentos constituíram de 5 profundidades de submersão do tubo gotejador (0; 0,1; 0,2; 0,3 e 0,4 m) combinadas com 5 pressões de entrada da água no tubo gotejador (49, 98, 147, 196 e 245 kPa). O menor coeficiente de uniformidade de distribuição obtido foi de 95,55%, e o menor coeficiente de uniformidade de Christiansen, 96,37%, classificados, respectivamente, de acordo com Merriam e Keller (1978) e Mantovani (2002), como excelentes. O coeficiente de variação de fabricação ficou dentro da regulamentação: ABNT NBR ISO 9261, sendo menor que 7%. As equações características desenvolvidas neste trabalho apresentaram coeficiente de determinação de 0,99 e podem, portanto, ser utilizadas para calcular a vazão real.

 

Palavras-chave: irrigação localizada, contrapressão, manejo de irrigação

 

 

REIS, K. M.;BARRETO, A. C.; ZANINI, J. R.

FLOW AND DISTRIBUTION UNIFORMITY OF A DRIPLINE USED IN SURFACE AND SUBSURFACE IRRIGATION

 

 

2 ABSTRACT

 

The evaluation of irrigation system in subsurface allows to know the conditions of its performance in order to avoid environmental impacts and, also, economic losses in the localized irrigation. The objective was to evaluate the uniformity of distribution and flow rate of the dripping tube under surface and subsurface irrigation conditions. An experimental design was used in subdivided plots in the 5 x 5 factorial scheme, and four replications. The treatments consisted of 5 submersion depths of the dripper tube (0, 0.1, 0.2, 0.3 and 0.4 m) combined with 5 water inlet pressures in the dripper tube (49, 98, 147, 196 and 245 kPa). According to Merriam and Keller (1978) and Mantovani (2002), the lowest coefficient of uniformity of distribution was 95.55%, and the lowest coefficient of uniformity of Christiansen, 96.37%. The coefficient of variation of manufacturing was compliant with regulation ABNT NBR ISO 9261, being less than 7%. The characteristic equations developed in this work presented coefficient of determination of 0.99 and can therefore be used to calculate the actual flow.

 

Keywords: localized irrigation, backpressure, irrigation management

Publicado
2018-06-18
Seção
Artigos