TRANSPIRAÇÃO FOLIAR E CONDUTÂNCIA ESTOMÁTICA DA CANA-DE-AÇÚCAR EM FUNÇÃO DO CLIMA E DISPONIBILIDADE DE ÁGUA

  • Gustavo Cavalari Barboza Faculdade de Engenharia Agrícola/Universidade Estadual de Campinas.
  • José Teixeira Filho Faculdade de Engenharia Agrícola/Universidade Estadual de Campinas.

Resumo

TRANSPIRAÇÃO FOLIAR E CONDUTÂNCIA ESTOMÁTICA DA CANA-DE-AÇÚCAR EM FUNÇÃO DO CLIMA E DISPONIBILIDADE DE ÁGUA

 

 

GUSTAVO CAVALARI BARBOZA¹ E JOSÉ TEIXEIRA FILHO²

 

¹ Faculdade de Engenharia Agrícola, UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas, Cidade Universitária Zeferino Vaz, Campinas- SP – Brasil. CEP:13083-875, gu.cbarboza@gmail.com.

² Faculdade de Engenharia Agrícola, UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas, Cidade Universitária Zeferino Vaz, Campinas- SP – Brasil. CEP:13083-875, jose@feagri.unicamp.br.

 

 

1 RESUMO

 

Diversos trabalhos utilizam da porometria como metodologia para quantificar a transferência de água para a atmosfera. No entanto, para a cana-de-açúcar essa metodologia é escassa. Assim, o objetivo do trabalho foi verificar o comportamento da transpiração foliar (E) e da condutância estomática (Gs) da cana-de-açúcar em função da radiação fotossinteticamente ativa (PAR) e do deficit de pressão de vapor (DPV), e correlacionar com os diferentes potenciais hídricos das plantas (Ψpd). Esse experimento foi conduzido na área experimental da Faculdade de Engenharia Agrícola da Universidade Estadual de Campinas, no qual foi instalada uma parcela de cana-de-açúcar, variedade RB867515 e utilizado o analisador automático de fotossíntese - IRGA LI6400XT, na escala horária. A partir dos resultados, conclui-se que os valores de E e Gs estão correlacionados positivamente com as condições meteorológicas e também com a disponibilidade de água no solo.

 

Palavras-chave: Trocas gasosas, potencial hídrico foliar, radiação fotossinteticamente ativa.

 

 

BARBOZA, G. C.; TEIXEIRA FILHO, J.

LEAF TRANSPIRATION AND STOMATAL CONDUCTANCE OF SUGARCANE IN FUNCTION OF WEATHER AND AVAILABILITY OF WATER

 

 

2 ABSTRACT

 

There are several studies using porometry as method to quantify the transfer of water to the atmosphere. However, for sugarcane this methodology is scarce. The objective of the study was to investigate the behavior of leaf transpiration (E) and stomatal conductance (Gs) of sugarcane in function of photosynthetically active radiation (PAR) and vapour-pressure deficit (VPD), and to correlate with the different water potential of plants (Ψpd). This experiment was conducted in the experimental area of the Faculty of Agricultural Engineering/UNICAMP, where was installed a parcel of sugarcane, RB867515 variety was installed, and a infrared gas analyzer - IRGA LI6400XT was used in hourly scale. Based on the results, it is concluded that the values of E and Gs are positively correlated with the weather conditions and with the availability of water in the soil.

 

Keywords: Gas Exchange, leaf water potential, photosynthetically active radiation.

Publicado
2018-06-18
Seção
Artigos