CARACTERIZAÇÃO MORFOMÉTRICA DE UMA POPULAÇÃO NATURAL DE MACAÚBA NO NORTE DE MINAS GERAIS

Danúbia Aparecida Costa Nobre, Andréia Márcia Santos de Souza David, Victor Martins Maia, José Carlos Fialho de Resende, Eduardo Costa Nobre

Resumo


A produção de energia e o desafio de reduzir a poluição ambiental apresentam a macaúba como uma alternativa para produção de biocombustível.  O estudo objetivou avaliar as características morfométricas de macaúbas nativas da região norte de Minas Gerais. Para caracterização morfométrica, escolheu-se 20 palmeiras, avaliando: altura da planta, circunferência do estipe, número de folhas vivas e o número de cachos por planta. Para caracterização dos frutos, foram avaliadas 5 plantas, das quais retirou-se um cacho, em seguida, avaliou-se 10 frutos da parte proximal, mediana e distal, determinando o peso e a medida destes. A população de macaúba avaliada apresenta grande variabilidade, provavelmente em função da idade das plantas. Em relação aos caracteres do cacho e dos frutos, houve pouca variabilidade. A identificação morfométrica pode auxiliar na domesticação da espécie e escolha dos genótipos potenciais para os programas de melhoramento genético.

Palavras-chave: Acrocomia aculeata (Jacq.) Lood. ex Mart., palmeira oleaginosa, caracterização fenotípica, biocombustível.

 

MORPHOMETRIC CHARACTERIZATION OF MACAUBA PALM TREE NATURAL POPULATION IN NORTHERN MINAS GERAIS, BRAZIL


ABSTRACT: Energy production and the challenge of reducing environmental pollution present the macauba palm as an alternative for biofuel production. This study aimed to evaluate the morphometric characteristics of macauba palm in the northern region of Minas Gerais state in Brazil. For morphometric characterization, we chose 20 palm trees and measured the plant height, stem circumference, number of green leaves, and the number of raceme per plant. To do the fruit characterization, 5 plants were chosen and one cluster was removed from each, then, 10 fruits were weighted and measured from the proximal, middle, and distal portion. The population evaluated showed great variability, probably due to the age of the plants. Regarding the cluster and fruit, there was a low variability. Morphometric identification can assist in domestication of the species and choice of potential genotypes for breeding programs.

KEYWORDS: Acrocomia aculeata (Jacq.) Lood. ex Mart., oleaginous palm tree, phenotypic characterization, biofuel.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17224/EnergAgric.2015v30n3p290-293