APROVEITAMENTO DE RESÍDUOS FLORESTAIS DE Eucalyptus spp NA INDÚSTRIA DE FABRICAÇÃO DE CELULOSE PARA GERAÇÃO DE ENERGIA TÉRMICA E ELÉTRICA

Francisco Luiz Sanchez Santiago, Marcos Antonio de Rezende

Resumo


A crise de combustíveis derivados de petróleo a partir do ano 1970 levou as empresas do ramo florestal a avaliar a viabilidade técnica e econômica de reaproveitamento inteligente e racional de resíduos florestais como insumos energéticos até então descartados em seus processos nas florestas. A possibilidade de gerar energia com as cascas que permanecem na floresta após a colheita da madeira e resíduos florestais, tais como galhos de pequenos diâmetros das copas das árvores que são vendidos a terceiros foi o que motivou a realização deste trabalho. Para a realização do trabalho foram obtidos dados de consumo mensal de combustíveis, produção de vapor das caldeiras instaladas na unidade fabril da empresa LWARCEL CELULOSE de Lençóis Paulista no período de abril de 2011 aabril de 2012, bem como o consumo de vapor e geração de energia elétrica própria (co-geração). Foram coletados, também, dados para quantificação das cascas e resíduos florestais decorrentes da colheita do Eucalyptus, sua análise química e poder calorífico. Os principais resultados mostraram que a implantação da proposta de utilização das cascas e resíduos florestais representou uma receita bruta de R$ 9,09 x 106/ ano (nove milhões e noventa mil reais por ano), indicando uma economia de 84689,00 t/ano em biomassa florestal adquirida de terceiros.

PALAVRAS-CHAVE: Resíduos florestais de Eucalyptus, co-geração de energia elétrica, biomassa florestal, poder calorífico, umidade com base úmida.

 

UTILIZATION OF EUCALYPTUS FOREST RESIDUES FROM THE CELLULOSE MANUFACTURING INDUSTRY FOR THERMAL AND ELECTRICAL ENERGY GENERATION.

ABSTRACT: The crisis of fossil fuels that have started in 1970 led the forest companies evaluate the technical and economic viability of rational reusing of forest residues as energy inputs that were until then discarded. The possibility to generate energy from the barks that remain in the forest after harvesting and from forest residues such as small diameter branches of the tree top, was the reason that motivated this work. Monthly fuel consumption and steam generation were obtained from the boilers installed in the manufacturing unit of the company LWARCEL CELULOSE from Lençóis Paulista, as well as steam consumption and the company own power generation (cogeneration). The data was collected from April 2011 to April 2012,. Data also were collected to quantify the barks and forest residues allowed estimate resulting from the harvest of Eucalyptus, their chemical analysis and calorific value. Forest residues were quantified, and their chemical and calorific value were analyzed. The main results showed that the implementation of the use of the barks and forest residues to generate energy represented a gross income of R$ 9.09 x 106 (nine million ninety thousand reais per year), indicating a saving of 84,689.00 t / year in forest biomass acquired from third parties.

KEYWORDS: Eucalyptus forest residues, cogeneration of electricity, forest biomass, calorific value, wood moisture content.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17224/EnergAgric.2014v29n4p241-253