AVALIAÇÃO DE SISTEMAS DE MANEJO DO PALHIÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR NO CAMPO E NA INDÚSTRIA

Luiz Antonio Perea, Marco Antonio Martin Biaggioni, Odivaldo José Seraphim

Resumo


Este trabalho apresenta e avalia os sistemas de colheita de palhiço de cana-de-açúcar para fins energéticos, por meio de estudos realizados em três indústrias sucroalcooleiras do Estado de São Paulo, como recolhimento no campo e colheita parcialmente integral com separação do palhiço na indústria (limpeza a seco). Trata-se de um desenvolvimento de oportunidades, pois somente quando há escassez de bagaço é que se volta a lembrar do uso energético do palhiço, o qual apresenta um custo maior por tonelada  equivalente em energia que o bagaço da cana-de-açúcar, que já tem um comércio bem difundido no setor sucroalcooleiro. Outro fator que deve ser destacado é o ambiental, visto que existe o Protocolo Ambiental, sancionado pela maioria dos produtores de cana-de-açúcar, que reduz o prazo para eliminação de queimadas da cana-de-açúcar antes da colheita implantado pela Lei 11.241 de 2002. Porém é importante destacar que a colheita da cana-de-açúcar sem a queima prévia, aumenta à dificuldade no combate a praga importante denominada “cigarrinha-da-raiz’, tornando necessária a retirada de parte do palhiço não benéfico para o solo, contribuindo assim, com a prática de remoção do palhiço para aproveitamento energético. Dos resultados obtidos concluiu-se que a modalidade mais interessante economicamente, foi a separação do palhiço na indústria e que para melhor eficiência, a cana-de-açúcar deve passar por um processo duplo de sopragem para limpeza, ressaltando, porém, que houve redução da capacidade de transporte da cana-de-açúcar quanto maior foi a quantidade de palhiço na colheita parcialmente integral.

 

Palavras-chave: Biomassa, palhiço, eficiência de limpeza.

 

EVALUATION OF METHODS OF TRASH HANDLING IN THE SUGAR-CANE FIELD AND INDUSTRIALIZATION

                                               

SUMMARY: This work presents and it evaluates the systems of crop of sugar-cane trash for energy ends, through studies accomplished in three industries of sugar and alcohol, of the State of São Paulo, as withdrawal in the field and crop partially integral with separation of the trash in the industry (cleaning the dry). it is Treated of a development of opportunities, because only when there is pulp shortage it is that remembers the energy use of the trash, which presents a larger cost for equivalent ton in energy again that the pulp of the sugar-cane, that already has a very spread trade in the section the sugar and alcohol.  Another factor that should be outstanding is the environmental, because the Environmental Protocol exists, sanctioned by most of the producing of sugar-cane, that reduces the period for elimination burned of the sugar-cane before the crop implanted by the Law 11.241 of 2002. However it is important to highlight that the crop of the sugar-cane without it burns her previous, it increases the difficulty in the combat the pest denominated “cigarrinha-da-raiz”, turning necessary the retreat of part of the trash non beneficial for the soil, contributing like this, with the practice of removal of the trash for energy use.  Of the obtained results it is ended that the most interesting modality economically, was the separation of the trash in the industry and that for better efficiency, the sugar-cane should go by a double process of blowing for cleaning, pointing out, however, that there was reduction of the capacity of transport of the sugar-cane as adult was the amount of trash partially in the crop integral. 

 

Keywords: Biomass, trash, efficiency of cleaning.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17224/EnergAgric.2012v27n1p89-108