INFLUÊNCIA DA LASTRAGEM E PRESSÃO DE INSUFLAGEM DO PNEU DE UM TRATOR AGRÍCOLA NO SEU CONSUMO DE COMBUSTÍVEL TRABALHANDO EM SOLO UMIDO.

  • Diego José Carvalho Alonso Universidade Federal de Lavras
  • Carlos Eduardo Silva Volpato
  • Rafael de Oliveira Faria
  • Vinícius Reis Bastos Martins
  • Luiz Alfredo Possato

Resumo

: O trator agrícola é a principal máquina em todas as etapas da produção agrícola, diversas são as formas de controle da qualidade e eficiência do seu trabalho, podendo se destacar a pressão de insuflagem dos pneus e lastragem, contudo o fator climático não pode ser controlado, onde a única opção é a escolha de ajustes do trator concomitante com a umidade do solo para o menor consumo de combustível. Assim, o presente trabalho teve o objetivo de avaliar o consumo de combustível horário e específico de um trator agrícola, trabalhando em solo úmido com três lastragens e cinco pressões de insuflagem dos pneus. O trator de tração utilizado foi um A950 Valtra 4x2 TDA com 95 cv (69,8 kW) montado em pneus traseiros diagonais 18.4 – 34 R-1 e dianteiros 14.9 – 24 R–1, o trator de frenagem utilizado foi o Agrale BX 6110 4x2 TDA com 105 cv ( 77,2 kW) montado em pneus traseiros 23.1 – 30 R1 dianteiros 14.9 – 24 R1. Os resultados do consumo horário e específico de combustível mostram que a utilização da lastragem de fábrica e a pressão próxima a recomendada pelo fabricante se adequaram melhor, ficando o tratamento de 124/110 kPa de pressão de insuflagem dos pneus e 47,5 kN de lastragem do trator de tração o tratamento mais satisfatório para as condições apresentadas.
Publicado
2018-08-01
Seção
Automação e Otimização de Máquinas e Equipamentos Agrícolas