ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO POTENCIAL DE ETANOL A PARTIR DE DIFERENTES ESPÉCIES DE BRAQUIÁRIAS

  • Itana Neiva Batista Universidade Federal do Tocantins
  • Flávia Lucila Tonani de Siqueira Universidade Federal do Tocantins
  • Guilherme Benko de Siqueira Universidade Federal do Tocantins
  • Walysson Bernardo Rodrigues Santos
  • Paulo Ricardo Américo Glória UFT

Resumo

Alternativas energéticas, por meio de fontes renováveis de energia, tem sido objeto de pesquisas no mundo inteiro. Sendo assim, o material lignocelulósico consiste em uma alternativa interessante de matéria-prima. Diante disso nesse trabalho foi estudada a produção potencial de etanol de quatro espécies de braquiárias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro tratamentos (Braquiárias) e quatro repetições. Os dados obtidos foram submetidos ao teste de normalidade Shapiro-Wilk e posteriormente à análise de variância pelo teste F. As médias dos tratamentos e dos seus respectivos desdobramentos foram comparadas pelo teste Scott-Knott a 5% de probabilidade. Foram avaliados os teores de fibra em detergente neutro e ácido, digestibilidade e a estimativa de produção de etanol por estequiometria. Foram observadas diferenças entre as espécies de braquiárias para o potencial de produção de etanol de segunda geração, em função da quantidade de fibra em detergente neutro digestível. As espécies B. decumbens e B. Brizantha cv. Marandu apresentaram menores potenciais de produção de etanol de segunda geração quando comparadas à B. ruziziensis e Convert HD364.

Palavras-chave: Digestibilidade, etanol 2G, potencial, hidrólise

POTENTIAL ETHANOL PRODUCTION FROM DIFFERENT BRACHIARIA SPECIES

ABSTRACT: Energy alternatives, through renewable energy sources, have been the subject of worldwide researches. Thus, the lignocellulosic material consists of an interesting alternative of raw material. In this work, the potential ethanol production of four Brachiaria species was studied. The experimental design was completely randomized, with four treatments (Brachiaria) and four replications. The data obtained were submitted to the Shapiro-Wilk normality test and later to the analysis of variance by the test F. The means of the treatments and their respective unfolding were compared by the Scott-Knott test at 5% probability. The levels of neutral and acid detergent fiber and digestibility were experimentally assayed and ethanol production was estimated by stoichiometry. Differences were observed between the brachiaria species for the potential of second generation ethanol production, as a function of the amount of digestible neutral detergent fiber. B. decumbens and B. brizantha cv. Marandu presented lower potential of second generation ethanol production when compared to B. ruziziensis and Convert HD364.

KEYWORDS: Digestibility, 2G ethanol, potential, hydrolysis.

Biografia do Autor

Itana Neiva Batista, Universidade Federal do Tocantins

Laborátorio de Solos

Mestrado em Agroenergia

Flávia Lucila Tonani de Siqueira, Universidade Federal do Tocantins
Professora adjunto da Universidade Federal do Tocantins, pertecendo ao colegiado do curso de Engenharia Ambiental e do colegiado do Programa de Mestrado em Agroenergia da UFT.
Guilherme Benko de Siqueira, Universidade Federal do Tocantins
Professor da Universidade Federal do Tocantins, Campus de Palmas. Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em NUTRIÇÃO DE RUMINANTES, atuando principalmente nos seguintes temas: Ovinocultura de corte, Bovinocultura Leiteira e de Corte, manejo de pastagem e Estatística. Leciona atualmente as disciplinas de Matérias Primas Agropecuárias e Metodologia Científica e Estatística na Universidade Federal do Tocantins - UFT.
Publicado
2017-11-27
Seção
Fontes Convencionais e Alternativas de Energia e seu uso Racional na Agricultura