DIAGNÓSTICO BIOCLIMÁTICO PARA A PRODUÇÃO DE AVES DE CORTE EM DIFERENTES MUNICÍPIOS DO RS

  • Zanandra Boff Oliveira UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA
  • Alberto Eduardo Knies Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo realizar o diagnóstico bioclimático para a produção de aves de corte em diferentes municípios do Rio Grande do Sul. Para isso, foram utilizados os dados de temperatura média compensada (TMC) e umidade relativa compensada (URC), referentes ao período compreendido entre 1961 e 1990, disponíveis no site do INMET, para os municípios de: Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Guaporé, Lagoa Vermelha, Passo Fundo, Santana do Livramento, São Gabriel e Uruguaiana. Os valores do Índice de Umidade e Temperatura (ITU) para avicultura de corte foram calculados através da equação proposta por Bunffington et al. (1982). Os resultados demonstram que nas três primeiras semanas de vida dos animais, prevalece o ITU inferior ao de conforto, já a partir da terceira semana, prevalece o ITU superior ao de conforto. Na média dos municípios, o ITU fica na faixa de conforto durante quatro meses do ano para a criação de aves com uma, duas, três e seis semanas de vida e, cinco meses do ano para a criação de aves com quatro e cinco semanas de vida. Assim, o presente diagnóstico indica, para o RS, a necessidade de modificações no ambiente de criação, tanto de aquecimento quanto de resfriamento, para atender as das aves de corte em diferentes idades.

PALAVRAS-CHAVE: Índice de Temperatura e Umidade; Avicultura; Ambiência.

 

BIOCLIMATIC DIAGNOSIS FOR BROILERS PRODUCTION IN DIFFERENT RIO GRANDE DO SUL MUNICIPALITIES

ABSTRACT: This study aimed the bioclimatic diagnosis of broilers  production in different municipalities of Rio Grande do Sul. For this  average temperature compensated  (TMC) and offset relative humidity (URC) INMET data  from 1961 to 1990 were used. from the following municipalities: Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Guapore, Lagoa Vermelha, Passo Fundo, Santana do Livramento, Sao Gabriel, and Uruguaiana. The values of Temperature and Humidity Index (ITU) for poultry production were calculated using the equation proposed by Bunffington (1977). The results demonstrate that in the first three weeks of life of the animals, the prevailing ITU lower than comfort, as from the third week, reigns ITU higher than comfort. The average of the municipalities, the ITU is the comfort range for four months of the year for rearing birds with one, two, three and six weeks of life, and five months for poultry with four and five weeks life. Thus, the present diagnostic indicates to the RS, the need for changes in the environment, either as heating cooling, to meet as the broilers of cut at different ages.

KEYWORDS: Temperature and Humidity Index; Poultry farming; Ambience.

Biografia do Autor

Zanandra Boff Oliveira, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA
Possui graduação em Engenharia Agrícola pela Universidade Regional Integrada do Alto do Uruguai e das Missões - Santiago (2009), graduação em Grad. de Formação de Prof. para a Ed. Profissional pela Universidade Federal de Santa Maria (2012), mestrado em Ciência do Solo pela Universidade Federal de Santa Maria (2011) e doutorado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Santa Maria (2015). Possui experiência na área de manejo da água e dos solos em sistemas irrigados e irrigação de grandes culturas. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Santa Maria Campus Cachoeira do Sul, na área de Construções Rurais e Ambiência
Alberto Eduardo Knies, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM (2002-07), mestrado em Ciência do Solo pela UFSM (2008-10), na área de concentração de Processos Físicos e Morfogenéticos do Solo e, doutorado em Engenharia Agrícola pela UFSM (2010-2014), na área de concentração de Engenharia de Água e Solo. Atuou como professor substituto na UFSM durante 3 semestres (2011/I-2012/I), nas disciplinas de Fertilidade do Solo e Solos; como Engenheiro Agrônomo, Técnico Administrativo em Educação, da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) campus Dom Pedrito-RS (09/2013-07/2014) e, professor da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), nas disciplinas de Ciência do Solo, Projeto de Irrigação e Drenagem, Conservação do Solo e da Água, Dinâmica Solo-Água-Planta, Culturas Comerciais I e II. Atualmente é professor adjunto na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) Unidade em Cachoeira do Sul, na área de engenharia agrícola. Tem experiência na área de manejo e conservação do solo e água, em temas relacionados ao manejo da irrigação, física do solo e fenologia de culturas agrícolas.
Publicado
2017-12-30
Seção
Construções Rurais e Ambiência