CONSUMO E CUSTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM FEIJÃO IRRIGADO AFETADO POR QUATRO MÉTODOS DE MANEJO DE IRRIGAÇÃO

  • José Eduardo Pitelli Turco FCAV/UNESP-Câmpus de Jaboticabal
  • Gilcileia dos Santos Rizzatti
  • Paulo José Desidério De Oliveira FCAV/UNESP-Câmpus de Jaboticabal

Resumo

A irrigação é responsável por grande parte do consumo de energia elétrica no meio rural. O correto manejo da irrigação evita o desperdício de energia elétrica e de água. Com este trabalho o objetivo foi analisar o consumo e custo de energia elétrica em cultura do feijoeiro IAC-Carioca, irrigado por aspersão convencional, submetido a quatro métodos de manejo de irrigação: T1 - irrigação em função do método do tanque “Classe A”; T2 - irrigação em função da umidade do solo, medida com tensiômetros; T3 - irrigação em função do método de Penman-Monteith; T4 - irrigação em função da razão de Bowen; comparados com o tratamento T5 - sem irrigação, após o estabelecimento da cultura. A pesquisa foi desenvolvida na Área Demonstrativa e Experimental de Irrigação - ADEI, da FCAV/UNESP, Câmpus de Jaboticabal - SP, Brasil, no ano de 2010. O consumo de energia elétrica do sistema de irrigação foi monitorado e o custo analisado para dois grupos tarifários: A e B, sendo os preços do kWh dos sistemas tarifários de energia elétrica obtidos na Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL). O sistema tarifário Grupo B, com desconto especial para irrigantes no período noturno foi a opção mais adequada para a cultura do feijoeiro. O consumo e custo de energia elétrica foi maior no manejo de irrigação por tensiometria e menor no método por Penman-Monteith.

PALAVRAS-CHAVE: Tanque “Classe A”, tensiômetro, Penman-Monteith, Razão de Bowen.

ELECTRICITY CONSUMPTION AND COST IN BEAN IRRIGATED AFFECTED BY FOUR METHODS OF IRRIGATION MANAGEMENT

ABSTRACT: Irrigation is responsible for much of the energy consumption in rural areas. The correct management of irrigation avoids the waste of electric energy and water. The objective of this work was to analyze the consumption and cost of electric energy in bean crop, IAC-Carioca, irrigated by conventional aspersion, submitted to four irrigation management: T1- irrigation in function of the method "Class A" pan, T2- irrigation depending on soil moisture, measured with tensiometers; T3- irrigation according to the Penman-Monteith; T4- irrigation according to the Bowen ratio; compared with the treatment T5- without irrigation, after crop establishment. The research was developed at the Demonstrative and Experimental Area of Irrigation - ADEI, of FCAV/UNESP, Campus of Jaboticabal - SP, Brazil, in the year of 2010. The irrigation system electric energy consumption was monitored and the cost analyzed for two tariff groups: A and B. The prices of kWh of the tariff systems of electric energy had been gotten in the Sao Paulo Company of Force and Light (CPFL).  The tariff system Group B, with special discount for irrigation during night time was the most appropriate option. The consumption and cost of electric energy was higher in irrigation management by tensiometers and shorter in the method by Penman-Monteith.

KEYWORDS: “Class A” pan, tensiometer, Penman-Monteith, Bowen ratio.

Biografia do Autor

José Eduardo Pitelli Turco, FCAV/UNESP-Câmpus de Jaboticabal
Departamento de Engenharia Rural
Gilcileia dos Santos Rizzatti
FCAV/UNESP-Câmpus de Jaboticabal
Publicado
2017-11-27
Seção
Fontes Convencionais e Alternativas de Energia e seu uso Racional na Agricultura