Foco e Escopo

FOCO E ESCOPO DA REVISTA

A revista ENERGIA NA AGRICULTURA foi criada em 1986 com o propósito de conceber um veículo de divulgação científica especializado, comprometido com temas relacionados à questão energética no meio agrícola. Desde então, a revista tem se constituído no principal meio de divulgar, na forma de artigos científicos, os conhecimentos gerados pelas pesquisas implantadas no referido curso de pós-graduação, cumprindo sua missão de fortalecer a conscientização energética na agricultura brasileira.

A revista a partir de 2012, começou a receber artigos externos, incluindo novas áreas de trabalhos, buscando atender novas temáticas dentro da área da energia na agricultura. A partir de março de 2013, houve uma reformulação na equipe principal e acrescentou novos editores de seção contribuindo no processo de publicação de maneira mais ágil, agregando-se assim novos conhecimentos.

Dentro deste campo, possui espectro amplo, envolvendo temas como: balanço energético e otimização de sistemas agroindustriais; fermentação e produção de energia biossintética; fontes convencionais e alternativas de energia e seu uso racional na agricultura; automação e otimização de máquinas e equipamentos agrícolas; otimização energética em processos envolvendo materiais celulósicos; planejamento e desenvolvimento rural sustentável; planejamento, manejo, conservação e recuperação de solos; produção de biomassa para fins energéticos e construções rurais e ambiência.

Processo de Avaliação pelos Pares

Avaliação: Ao submeter o trabalho no sistema SEER – Sistema de Editoração de Revistas, o autor recebe um número de protocolo e acompanhará todo o processo de forma on-line, recebendo notificações ao termino de cada ação processada no sistema. Todos os trabalhos serão avaliados por pares, pelo menos, dois revisores “ad hoc” e, caso haja divergência para a aceitação do trabalho, será enviado a outro(s). Tão logo aprovado quanto ao mérito, será encaminhado à bibliotecária e à revisão dos redatores de português e inglês.

Em seguida, os autores receberão o artigo para última revisão, devendo enviar uma carta de anuência para a publicação do trabalho. Caso seja detectado conflito de interesses o autor poderá registrá-lo no ato da submissão via sistema on- line e o artigo será encaminhado aos editores científicos para a análise da situação.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Indexação e Bases de dados

• SEER-IBICT

• CAB International Full-Text Repository 

http://www.cabdirect.org/

• AGRIS

• AGROBASE

http://www.agricultura.gov.br/biblioteca/agrobase

• Portal Periódicos CAPES

• Latindex

• Ulrich´s

• Google Scholar

Sponsors

Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquista Filho"

Faculdade de Ciências Agronômicas

Programa de Pós-Graduação em Agronomia - Energia na Agricultura

CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Fontes de Apoio

Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (FEPAF)

 

Histórico do periódico

ESCOPO DA REVISTA

A revista ENERGIA NA AGRICULTURA foi criada em 1986 com o propósito de conceber um veículo de divulgação científica especializado, comprometido com temas relacionados à questão energética no meio agrícola. Desde então, a revista tem se constituído no principal meio de divulgar, na forma de artigos científicos, os conhecimentos gerados pelas pesquisas implantadas no referido curso de pós-graduação, cumprindo sua missão de fortalecer a conscientização energética na agricultura brasileira.

A revista a partir de 2012, começou a receber artigos externos, incluindo novas áreas de trabalhos, buscando atender novas temáticas dentro da área da energia na agricultura. A partir de março de 2013, houve uma reformulação na equipe principal e acrescentou novos editores de seção contribuindo no processo de publicação de maneira mais ágil, agregando-se assim novos conhecimentos.

Dentro deste campo, possui espectro amplo, envolvendo temas como: balanço energético e otimização de sistemas agroindustriais; fermentação e produção de energia biossintética; fontes convencionais e alternativas de energia e seu uso racional na agricultura; automação e otimização de máquinas e equipamentos agrícolas; otimização energética em processos envolvendo materiais celulósicos; planejamento e desenvolvimento rural sustentável; planejamento, manejo, conservação e recuperação de solos; produção de biomassa para fins energéticos e construções rurais e ambiência.

2359-6562 ISSN Eletrônico 1808-8759 ISSN Impresso